Informamos a todos, que as postagens inseridas neste blog, são de autoria de seus respectivos produtores, e,
cabe a cada um deles a responsabilidade pela autoria dos itens, bem como o teor de seu conteúdo.

Como veículo de divulgação de informação, temos a responsabilidade de divulgar os itens,
tal qual o que é remetido à nossa assessoria de imprensa.



Qualquer contato conosco deverá ser efetuado através do "Whats App", disponível no final desta página (rodapé).

IMPOSTO DE RENDA: Receita paga mais de R$ 368 mil em restituições na próxima terça-feira (31)

imagem:  Marcello Casal JrAgência Br/ reprodução

***Em entrevista exclusiva, o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda na Receita Federal, José Carlos Fonseca, esclarece as principais dúvidas apresentadas pelos contribuintes a respeito da malha fina e da restituição dos valores retidos.



A Receita Federal vai restituir um total de R$ 368.017.854,27 na próxima terça-feira (31). A consulta ao lote residual da restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) já está liberada desde a última terça-feira (24). Ao todo, 136.565 contribuintes terão direito à devolução do dinheiro descontado pelo Imposto de Renda.

Em entrevista exclusiva, o supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda, José Carlos Fonseca, esclarece as principais dúvidas sobre o assunto. Segundo ele, o contribuinte precisa prestar muita atenção na hora de fazer a declaração - para não se esquecer de informar algum rendimento que ele teve, no período declarado.

"É muito comum uma pessoa ter um emprego regular, e na hora de fazer declaração ela só se lembra desse emprego e esquece de declarar outras rendas eventuais que teve, os chamados 'bicos', que também devem ser declarados", explicou.

Problemas comuns

José Carlos Fonseca observa que outro problema muito comum, identificado na malha fiscal da Receita, acontece quando as despesas médicas do contribuinte não são declaradas da maneira correta, ou o contribuinte inclui um (ou mais de um) dependente na declaração e se esquece de informar os rendimentos desse dependente.

"O filho pode ter trabalhado e recebido uma remuneração, que também tem que ser declarada, esclareceu. "Outro aspecto que também retém muitas declarações pela malha são as despesas médicas inconsistentes, onde o contribuinte declara ter pago, mas a outra parte não declara ter recebido, acrescentou o supervisor: "Nesse caso, a declaração fica retida, pra que haja a comprovação".

Como pesquisar

O supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda lembra ainda que, se o contribuinte identificar alguma pendência na declaração, ele pode fazer a retificação e corrigir as informações que porventura estejam equivocadas: "Para saber se a sua declaração está na malha fiscal, você deve entrar na página oficial da Receita Federal – que é 'gov.br/receitafederal' – acessar o Portal do e-CAC com a sua conta Gov.br e, lá dentro, procurar o serviço do 'meu imposto de renda'", detalhou.

Segundo José Carlos Fonseca, o portal da Receita Federal possui todos os serviços relacionados ao imposto de renda e oferece, para pesquisas, a cópia da declaração feita pelo contribuinte -  inclusive as pendências. "Também é possível fazer essa pesquisa através do App 'Meu Imposto de Renda', disponível para Android e IOS, onde o contribuinte vai entrar também com a conta Gov.br e lá poderá, além de tirar cópia das declarações, visualizar as declarações todas, além de identificar também se há alguma pendência de malha", acrescentou.

Orientações

Para saber se a restituição está disponível, ou se a declaração está retida na malha fina, o contribuinte deve entrar no site da Receita Federal pela internet e clicar no item "Meu Imposto de Renda". Em seguida, é só acessar o ícone "Consultar a Restituição". A página apresenta várias orientações e prestações de serviço, permitindo uma consulta simplificada ou completa a respeito da situação das declarações.

Fonte:  Br 61

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


Callíope - a escrava de Atenas

***Dicas de Leitura!!!.


Dicas de Leitura: Callíope, a escrava de Atenas, de Cindy Stockler

Callíope, a escrava de Atenas, de Cindy Stockler é a dica de Ana Beatriz Santos.

A autora paulistana, formada em Direito, foi buscar nas aulas de Direito Romano a inspiração para escrever essa história que se passa no período de ouro da civilização grega, na época de Péricles e da Guerra do Peloponeso, na Grécia do século 5 antes de Cristo. Confira.


Fonte: "Autores e Livros" por Ana Beatriz Santos ("Dicas de Leitura")/Digitalradiotv

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


Callíope - a escrava de Atenas

***Dicas de Leitura!!!.


Dicas de Leitura: Callíope, a escrava de Atenas, de Cindy Stockler

Callíope, a escrava de Atenas, de Cindy Stockler é a dica de Ana Beatriz Santos.

A autora paulistana, formada em Direito, foi buscar nas aulas de Direito Romano a inspiração para escrever essa história que se passa no período de ouro da civilização grega, na época de Péricles e da Guerra do Peloponeso, na Grécia do século 5 antes de Cristo. Confira.


Fonte: "Autores e Livros" por Ana Beatriz Santos ("Dicas de Leitura")/Digitalradiotv

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


Banco Central alerta sobre golpes ao Sistema de Valores a Receber

***Golpistas aproveitam o WhatsApp para receber informações bancárias de clientes que podem ter dinheiro esquecido em banco.


O Banco Central do Brasil emitiu um alerta sobre os possíveis golpes que estão sendo aplicados ao Sistema de Valores a Receber (SVR)  para roubar dados de usuários. O SVR é uma ferramenta que mostra os valores esquecidos no banco por pessoas e instituições. Porém, desde abril de 2022, a ferramenta está suspensa para qualquer verificação e ainda não tem previsão de quando será reaberta. Após um expressivo número de ligações que o BC recebeu nas últimas semanas, a instituição financeira faz alerta para se evitar cair em golpes como esses. E afirma que "informações oficiais sobre valores a receber e sobre a consulta ao sistema são divulgadas apenas no site do Banco Central e nas redes oficiais da instituição, e não por meio de aplicativos de mensagens ou SMS".

Foto: Marcello Casal Jr - Agência Br

O pesquisador do Instituto de Referência em Internet e Sociedade (IRIS), Paulo Rená, dá dicas do que fazer para não cair em golpes cibernéticos. "O ideal é primeiro não alimentar a conversa, não dar novos dados, além disso,  sempre fazer todo o registro possível, como tirar prints", destaca. Outra dica importante para não cair em golpes relacionados a mensagens recebidas pelo WhatsApp é nunca clicar em links desconhecidos que podem roubar senhas em redes sociais, assim como instalar vírus e programas espiões no celular.

Confira o que fazer para não cair em golpes:

  • O Banco Central não envia links e não entra em contato com os clientes para tratar sobre valores a receber ou para confirmar dados pessoais.
  • Ninguém está autorizado a entrar em contato com os clientes em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.
  • Nunca clique em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.
  • Não faça qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores.
  • O único site para saber informações sobre valores a receber é https://valoresareceber.bcb.gov.br/

Fonte: Br 61

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


"A menina que entrou na história", uma viagem pelo universo dos livros

***Digital webradio e Webtv - A Sua Melhor companhia!!!.


O mais recente livro de Alex Andrade, "A menina que entrou na história", narra de forma divertida e com criativas ilustrações de Beto Caldeira as aventuras de Clara, uma apaixonada leitora de apenas 8 anos, e seus amigos Valentina e Rafa, que juntos vão procurar quais bibliotecas públicas da cidade onde moram estão desativadas.


"A menina que entrou na história", publicado pela Quase Oito, busca levar os pequenos a uma viagem divertida e metaliterária, que estimula a curiosidade e a intimidade com o universo dos livros e da literatura.

Em destaque também no Autores e Livros, a obra do escritor paraense Edyr Augusto, autor de obras como "Os éguas", "Selva concreta", "Pssica" e "Eu já morri".

Autores no programa: Edyr Augusto, Daniel Pedrosa, Alex Andrade e Beto Caldeira.

Fonte: "Programa Autores e Livros"

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


Câncer de próstata: uso de inteligência artificial torna detecção da doença mais eficiente

***De acordo com dados do INCA, mais de 65 mil novos casos foram diagnosticados ano a ano, entre 2020 e 2022.


Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) revelam que mais de 65 mil novos casos de câncer de próstata foram  diagnosticados a cada ano, entre 2020 e 2022. Os homens mais propensos a desenvolverem o tumor são aqueles com mais de 55 anos, com excesso de peso e obesidade.

O médico patologista do Grupo Oncoclínicas, Leonard Medeiros, é líder de uma pesquisa que identificou que o diagnóstico da enfermidade se tornou mais preciso a partir da utilização da inteligência artificial. O estudo, denominado "Aplicação independente no mundo real de um sistema automatizado de detecção de câncer de próstata de nível clínico", mostra que o processo ganhou eficiência com a nova tecnologia.

"Com a introdução da inteligência artificial, em vez de essa análise ser feita através de um microscópio, ela pode ser feita na tela de um computador. Nós somos capazes de digitalizar a imagem daquele tecido prostático e um software de computador auxilia na interpretação dessa imagem digitalizada", destaca o médico.

O câncer de próstata é um tumor que afeta a glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. É o tipo de câncer mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele.

O especialista conta que a evolução da tecnologia com a inteligência artificial resultou na capacidade da detecção do câncer em pequenas áreas, diminuindo a possibilidade de um falso negativo.

"A utilização desse software trouxe a possibilidade de detectar áreas menores do câncer de próstata na biópsia. Áreas que eventualmente poderiam não ser detectadas pelo médico patologista no microscópio, por serem muito pequenas ou por conta da natureza humana e do processo de análise. Hoje, nós conseguimos detectar com mais acurácia, mais celeridade e mais rapidez pequenas áreas de tumor, e isso reduz o que a gente chama na prática médica de resultado falso negativo. Que é uma situação onde o câncer está presente na lâmina, mas não foi detectado por aquele método utilizado", completa.

De acordo com a pesquisa, a inteligência artificial proporcionou uma redução estimada de 65,5% no tempo de diagnóstico do material analisado.

Fonte: Br 61

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas:


Risco de AVC pode estar associado à circunferência da cintura

***Neurocirurgião e especialista em AVC afirma que até 80% dos casos podem ser prevenidos com mudanças básicas no estilo de vida.


O volume da circunferência abdominal está intrinsecamente relacionado  ao maior risco de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico e hemorragia cerebral. É o que aponta estudo da Universidade de Oxford, no Reino Unido. A enfermidade também é conhecida como derrame e trata-se da consequência da alteração de fluxo sanguíneo no cérebro.

O neurocirurgião e especialista em AVC, Victor Hugo Espíndola, afirma que essa possibilidade é um fato e precisa receber atenção de especialistas e dos próprios pacientes. "Os pacientes que têm um aumento da da cintura abdominal são os pacientes obesos e principalmente são pacientes que têm o aumento da gordura visceral, que sabemos que é o tipo de obesidade mais grave e que propicia o aumento do risco de AVC", destaca.

"A gente sabe que tem essa ligação porque a obesidade é um dos principais fatores de risco do AVC porque na grande maioria das vezes além de ter problema de colesterol associado ela é acompanhada de outras doenças como a hipertensão arterial e o diabetes, que são os dois principais riscos do AVC isquêmico e também do AVC hemorrágico", completa.

O especialista também diz que até 80% dos casos de AVC podem ser prevenidos com mudanças básicas no estilo de vida, como o controle da pressão arterial, do diabetes, controle da obesidade, interrupção do tabagismo e prática de atividades físicas para evitar o sedentarismo.

Subtipos de AVC

De acordo com o Ministério da Saúde, existem dois subtipos de AVC, o acidente vascular isquêmico ou infarto cerebral responde por 80% dos casos. A condição ocorre quando há entupimento dos vasos cerebrais, o que pode se dá devido a uma trombose ou embolia - quando um trombo ou uma placa de gordura originária de outra parte do corpo se solta e chega aos vasos cerebrais pela rede sanguínea.

O outro tipo é conhecido como acidente vascular hemorrágico. Trata-se do rompimento dos vasos sanguíneos que se dá na maioria das vezes no interior do cérebro, também conhecido como hemorragia intracerebral. Em outros casos, ocorre a hemorragia subaracnóide, onde o sangramento entre o cérebro e a aracnóide (uma das membranas que compõem a meninge). Como consequência imediata, há o aumento da pressão intracraniana, que pode resultar em maior dificuldade para a chegada de sangue em outras áreas não afetadas e agravar a lesão. Esse subtipo de AVC é o mais grave e tem altos índices de mortalidade.

Fabrícia Chacon, de 44 anos, é moradora de Brasília e analista de sistemas. Em julho de 2017, enquanto trabalhava, ela começou a passar mal e decidiu ir ao hospital. Após uma série de exames, foi diagnosticada com Síndrome Anti-fosfolípide (SAF), um tipo de trombofilia que pode acarretar a formação de coágulos sanguíneos.

"Eu estava no trabalho, comecei a passar mal, minha pressão começou a subir e eu comecei a suar. Liguei pro meu marido, ele me levou para o hospital. Lá, já não conseguia ficar em pé. Minhas pernas já não respondiam e eu tive muita dificuldade na fala. Então eu fui pra UTI e fiz um trabalho com uma fonoaudióloga para poder desenrolar a língua", completa Fabrícia.
Após esse episódio, Fabrícia procurou fazer uma reeducação alimentar para poder comer de forma mais saudável, pois comia muita fritura e alimentos gordurosos. 

O Ministério da Saúde alerta para os sintomas e sinais de AVC. Confira:

  • Fortes dores de cabeça, de início súbito, sobretudo se acompanhada de vômitos;
  • Fraqueza ou dormência na face, nos braços ou nas pernas, geralmente afetando um dos lados do corpo;
  • Paralisia (dificuldade ou incapacidade de se movimentar);
  • Perda súbita da fala ou dificuldade para se comunicar e compreender o que se diz;
  • Perda da visão ou dificuldade para enxergar com um ou ambos os olhos.

Fonte: Br 61

Visitem nossas redes sociais
                             

Notícia com apoio cultural das seguintes empresas: